• Seg. Abr 19th, 2021

Anvisa recebe pedido de estudo da vacina russa Sputnik V

Bydestacarme@gmail.com

Dez 30, 2020
Sputnik V começou a ser aplicada na América do Sul

Sputnik V começou a ser aplicada na América do Sul
Anton Vaganov/Reuters

A Anvisa recebeu nesta terça-feira (29) um pedido de autorização de pesquisa clínica de fase 3 para a vacina russa Sputnik V, imunizante que começou a ser aplicado na população da Argentina. A solicitação foi apresentada pelo laboratório União Química.

Agora, a Agência vai analisar o protocolo de pesquisa em até 72 horas. O pedido se refere à realização de pesquisa clínica com seres humanos. A autorização da Anvisa é obrigatória para pesquisas que tenham como foco o futuro registro de uma vacina ou medicamento.

As informações sobre número de voluntários e locais em que a vacina Sputnik V será testada estão nos documentos apresentados para a Anvisa e serão analisadas pelos técnicos do órgão regulador.

A vacina Sputnik V foi desenvolvida pelo Instituto Nacional de Pesquisa de Epidemiologia e Microbiologia Gamaleya, ligado ao governo russo, e financiada pelo RDIF (Fundo Russo de Investimento Direto), o fundo soberano do país. As autoridades russas garantem que a vacina tem 92% de eficácia, segundo os dados do resultado de 20 voluntários na terceira fase de testes.

CURSO HOTMART
ENVIAR